terça-feira, 30 de outubro de 2012

Não sou mais quem eu sei



Nessas coisas de amor,
não me dou bem, eu sei,
mas conjecturar para quê?
se não chego às ondas perfeitas.

Nessas coisas de amor,
muita sombra aperreia,
queria descortinar,
e com olhos perfeitos enxergar.

Nessas coisas de amor ,
muita dor já se foi
enganos, desencontros
Amargos dissabores.

Nessas coisas de amor,
que se sente,
que se aninha,
não me dou bem, já não vou.

Nessas coisas de amor
Perco até onde estou,
Não sei para onde, 
ou com quem eu vou.

Nessas coisas de amor,
sou como cachoeira,
límpida, intensa, 
inundada de tanto não saber...

19 comentários:

  1. Nessas coisas do amor
    Sou como um leito de um rio
    Largo, se necessário for
    Ou reduzido a um fio

    :)

    ResponderExcluir
  2. E estar a deriva nessa coisa de amor é tão bom! abraços

    ResponderExcluir
  3. Vim contemplar o amor presente na poesia,
    e na cara nova que ganhou.
    Gostei da imagem principal!..
    Tudo mto bom de se ler.. ver e sentir.

    bjo de luz
    =)

    ResponderExcluir
  4. Sylvia, creio que todos nós somos assim... Essas coisas do amor inspiraram belos versos!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. São mudas as neblinas nesta ilha
    É de pobreza o pão que alimenta o meu sentir
    Oiço o mar com os meus próprios dedos
    Parti do desencontro dos meus derradeiros medos

    Parti e deixei no cais mil dúvidas
    Lembrei tempos que corri feliz pelas amoras
    Nesses dias bebi sofregamente a vida
    Nesses dias a minha alegria era incontida

    Uma radiosa semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  6. Essas coisas de amor sempre nos deixam confusos..mas nunca nos deixam parar de sonhar....beijos amiga e uma linda noite pra ti...

    ResponderExcluir
  7. E quem há de entender essas coisas do coração?
    Às vezes dói tanto que pensamos que vamos morrer, mas renascemos para amar de novo... E cada novo é uma descoberta que nada descobrimos.
    Bjks doces

    ResponderExcluir
  8. Uma bela noite pra ti minha amiga e excelente sexta feira...beijos e flores...

    ResponderExcluir
  9. Querida amiga

    O que o amor
    menos nos impede,
    é encontrar respostas
    para as suas
    perguntas...

    Que haja sempre
    sonhos por sonhar.

    ResponderExcluir
  10. Olá parabéns pelo blog, gostei muito, segue o meu lá pra eu poder seguir o teu .. um forte abraço fique com Deus.
    http://www.sodeboainformativo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Querida amiga

    Que neste Natal,
    diante das pessoas que amamos,
    possamos ofertar a elas,
    o melhor presente
    que desejassem receber:
    Nossa vida...
    Nosso carinho...
    Nosso coração.

    Para quem crê na vida,
    Natal se faz a cada dia.
    Que assim seja o Natal
    Em tua vida.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  12. Esta coisa o amor é como a natureza, imprevisível e bela.

    Grata pela presença amiga e sensível ao longo de 2012. Desejo sinceramente que 2013 revele a cada dia boas novas para você.

    Um beijo enorme

    ResponderExcluir
  13. Querida amiga

    Desejo que o Ano Novo
    se transforme em tua vida
    em Dia Novo,
    para que em todo anoitecer
    existam fogos de artifício
    para colorir os céus do teu olhar
    das mais singelas alegrias,
    e a cada amanhecer
    existam sonhos simples
    para dar novos sentidos
    a tua vida.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  14. Querida amiga

    As palavras
    que semeiam o pensar
    são preciosas.
    Delas nascem sentimentos
    que nos tiram do lugar comum
    e nos fazem sentir
    o perfume
    precioso da vida.

    Olha o céu de manhã.
    Vês como brilha iluminado
    por teus sonhos...

    ResponderExcluir
  15. ahh Sylvia mas quem tem intensidade no amar, verte cachoeira de limpida, transparente e intensa. E saber mais pra quê?? Sabemos que basta o querer.
    bjkas doces!

    ResponderExcluir
  16. Que bacana, adorei! Bem assim o amor, inundado de tanto não saber!!! Parabéns!!!

    ResponderExcluir