terça-feira, 9 de agosto de 2011

DESENCONTROS

Vazo Vazio
Sem chão
Semente sem fruto
Música sem som
LAMENTO
Eu sem ti
Até Quando?
Vida ingrata
Desencanto
Desenganos...
Ao desacato da vida de atroz
Velho Homem Velha Mulher
Até quando essa dor?
E a eterna vontade de ser Feliz?

10 comentários:

  1. Velho homem... Velha mulher.
    Eterna criança!... Assim somos nós.

    =)
    bjo de luz

    ResponderExcluir
  2. Sentimentos que se eternizam, felicidade que demora a chegar, corações que vagueiam sem rumo,,,versos tristes de amar...lindo minha querida amiga,,,grande beijo de boa noite e bom ter seu retorno...

    ResponderExcluir
  3. Um dia repleto de carinho e muita poesia pra ti minha amiga querida...beijos e beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga

    Perguntas
    que para cada vida,
    existirá uma resposta.

    Viver é sentir os sonhos
    com o coração.

    ResponderExcluir
  5. Muitas Vezes Deus Tira Alguem Que
    Amamos Tanto.
    Mais Esse Mesmo Deus Traz Alguem
    Que Aprendemos Amar..
    Por Isso NÃo Devemos Chorar
    Pelo Que Nos Foi Tirado
    E Sim ..Aprender A Amar O
    QUE Nos Foi Dado ..
    Nada Que È Nosso Vai Embora Para Sempre.
    A Você Com Muito carinho um
    feliz Domingo (DIA DOS PAIS)
    Beijos No Coração.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  6. ...ainda bem que nos encontramos
    nos versos.

    nos perdemos na poesia.

    e nos preenchemos de encanto.

    saudades.

    bjokas, coração!

    ResponderExcluir
  7. Olá, gostei da poesia...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  8. Sua poesia mostra que a gente vai se conformando sem se conformar com a vida... E ela vai seguindo né?
    Beijokas Sylvia.
    Achei-te de novo, e estou agora no endereço acima.

    ResponderExcluir
  9. ops: www.palavrasaobelprazer.blogspot.com

    ResponderExcluir