quinta-feira, 24 de novembro de 2011

À SUA ESPERA!


Como jardineiro
cuido da minha terra
meu canteiro
interior.
Espalho palavras
como sementes de amor
que um dia chegará
E vai encher de flor
minha vida.
Se te conheço
é mistério,
Se não,
te espero
Esguia,
Coração aberto
e braços
em tela.

9 comentários:

  1. O q é a vida, se não plantarmos em nosso canteiro, a semente da esperança e do bem!?...

    Poema & imagem - perfeitos!
    =)

    bj de luz!...

    ResponderExcluir
  2. Recebo de ti palavras espalhadas
    Sementes que semeei
    num sítio que só eu sei

    Regadas
    floresceram de seguida
    Agora
    te devolvo o fruto
    do amor à vida

    ResponderExcluir
  3. Jardineiro que semeia amor e dele faz o mais belo jardim de sentimentos...beijos de bom final de semana.

    ResponderExcluir
  4. .


    Não peças que eu vá embora. Deixes que
    eu fique. Não faças bater atrás de mim
    aquela porta, pois o som maltrataria os
    meus sentidos. Não digas que as minhas
    mãos acenem o adeus da derrocada, pois
    a minha infelicidade não teria aonde ir.
    Não me obrigues a morrer pra me calar,
    porque teu nome é o que de melhor eu
    sei dizer.

    silvioafonso
    Nada de poeta. Tudo de menino.







    .

    ResponderExcluir
  5. Minha querida

    Desculpe entrar assim, mas passei e gostei de tudo o que li e tomei a liberdade de seguir.

    Deixo um beijinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga

    Há em nós
    um amor incompleto
    a espera
    de alguém
    que o faça pleno,
    e nos transborde
    o coração de alegria.


    Que a alegria
    faça folia
    em teu coração.

    ResponderExcluir
  7. Sempre um prazer visitá-la!

    Desejo-lhe um bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  8. Bonito poema. A primeira visita diz-me que é para voltar.
    Beijo

    ResponderExcluir