sexta-feira, 2 de setembro de 2011

DESTINO

 ESCREVINHAR
É Só o que tenho vontade
Em virtude de tamanha teimosia
Estupidez

A aridez do caminho que insito em seguir
me sequeia os pés cansados
me entrava a retina
Sempre duas paralelas

Há sempre uma divisão
Sem sinalização alguma
Tento advinhar
ouvir a canção do coração

Magoado
Enganado
Fatigado
Mas que não pára, nunca!

6 comentários:

  1. Quem escrevinha, sua estupidez definha!
    E que bom que esse coração embora ferido, continua vivinho né?
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
  2. "Magoado... Enganado. Fatigado...
    Mas q não pára nunca!"
    Coração forte e teimoso(esse nosso)rs

    Lindo!
    bjok

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante o Blog,
    Gostei muito do que vi por aqui.
    E te convido para conhecer meu espaço, caso queira dar uma olhada, seguir..;

    http://www.bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já.

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga

    E neste não parar,
    está a certeza
    de um dia encontrarmos,
    a verdadeira
    calma da alegria
    que merecemos.


    Que os sonhos te habitem
    o coração, sempre...

    ResponderExcluir
  5. Estava com saudades daqui... sabe que sempre venho sem deixar rastros!

    ResponderExcluir
  6. Qdo entro aqui - ando descalça,
    mas sempre deixo rastros.
    tomo um café "dos bons", ou quem sabe - um cowboy!... rsrs

    bj,amiga!
    =)

    ResponderExcluir